Tema: É preciso repensar nossa ação no mundo

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma-padrão da língua portuguesa sobre o tema: É preciso repensar nossa ação no mundoApresente proposta de ação social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

 

90% das cidades têm problemas ambientais

 

A Pesquisa de Informações Municipais (Munic), divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) nesta sexta-feira, revela que mais de 90% dos municípios brasileiros, ou 5.040 das cidades, sofrem algum problema ambiental. As questões mais freqüentes são queimadas, desmatamento e assoreamento dos rios.

Outro dado chama a atenção: só 18,7% dos municípios brasileiros dispõem de estrutura adequada para enfrentar os desafios ambientais. Essas cidades possuem três tipos de ferramentas para lidar com os problemas: secretaria ou órgão similar de meio ambiente, recursos específicos para a área e conselho de meio ambiente ativo.

Terra e água – Além de queimadas, desmatamento e assoreamento, o levantamento do IBGE registrou ainda problemas de poluição e escassez da água, contaminação do solo, poluição do ar, degradação do áreas legalmente protegidas e alterações com prejuízo a paisagem. Em média, foram encontrados 4,4 problemas ambientais por município.

Os problemas mais comuns foram queimadas (registradas por 3.018 municípios, ou 54,2% das cidades brasileiras), desmatamento (2.976 municípios ou 53,5%) e o assoreamento, que é o acúmulo de substâncias, reduzindo a profundidade do leito e a velocidade da correnteza dos rios (2.950 municípios, ou 53%).

Regiões – As queimadas aparecem com problema mais comum nas regiões Norte (74,2% dos municípios) e Centro-Oeste (62,4%). O desmatamento também é intenso no Norte (71% dos municípios) e no Nordeste (64,8%). Já o assoreamento foi predominante no Centro-Oeste (63,3%) e Sudeste (60,2%).

A poluição das águas é mais freqüente no Sudeste (43,6%) e Sul (43,2%). Já a escassez de água foi mais apontada pelos municípios do Sul (53,5%) e do Nordeste (52,3%). A contaminação do solo foi mais relatada pelos municípios das regiões Nordeste (27,1%) e Sul (25,9%), enquanto a poluição do ar predominou no Norte (36,3%) e no Centro-Oeste (29%).

Pouco mais de um terço das prefeituras brasileiras (2.079 municípios, ou 37,4% das cidades) possui recursos próprios para a área do meio ambiente. A região com maior porcentagem de municípios com essa característica é o Centro-Oeste (57,3%), seguido pelo Norte (54,1%) e Sul (49,1%). O Sudeste (37,2%) e o Nordeste (20,4%) estão abaixo da média nacional.

Fonte: https://veja.abril.com.br/brasil/90-das-cidades-tem-problemas-ambientais/

https://www.youtube.com/watch?v=Pd1guqYgOCQ (Carta da Terra)

https://www.youtube.com/watch?v=wcBwFCVC1R0 ( Assista obrigatoriamente )