ADOLESCÊNCIA NO CONTEXTO DA INSEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL: O DESAFIO DE LIDAR COM ESSA RELAÇÃO

ADOLESCÊNCIA NO CONTEXTO DA INSEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL: O DESAFIO DE LIDAR COM ESSA RELAÇÃO

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma-padrão da língua portuguesa sobre o tema: adolescência no contexto da insegurança pública no Brasil: o desafio de lidar com essa relação. Apresente proposta de ação social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO 1



Disponível em: https://jovensconectados.org.br/jovens-sao-maiores-vitimas-da-violencia-no-brasil.html

TEXTO 2

O sofrimento das famílias brasileiras aumentou, e muito, pelos jovens. Eles foram as maiores vítimas dos casos de violência no país. A maioria, 53,4%, entre 15 e 19 anos. Em 2012, as taxas de homicídios (segunda maior causa de mortalidade – veja gráfico) foram maiores em Alagoas (138,3), no Espírito Santo (101,7) e no Ceará (94,6), todos os números  para cada 100 mil habitantes. A violência contra os negros aumentou, de 2002 a 2012, 38,7%. Entre os brancos, no conjunto da população, o número de vítimas diminui de 19.846 para 14.928 na década. Além da dor, o sentimento dos pais que perdem os filhos é de agonia. É o que conta o pai de uma vítima de um acidente de trânsito que ocorreu entre Alexânia (GO) e Brasília (DF), em dezembro de 2013. “A gente sente uma falta tremenda; acorda no meio da noite chorando, não vê motivos pra viver”, lembra. O filho único faz parte das estatísticas das mortes nas vias do país. O trânsito, grande vilão principalmente para quem vive sobre duas rodas, deixou mais vítimas em Rondônia – 47,2 mortes para cada 100 mil habitantes. Em seguida, vêm os estados do Piauí (46,7) e Paraná (44,6).

Disponível em: https://jovensconectados.org.br/jovens-sao-maiores-vitimas-da-violencia-no-brasil.html