O DESEMPENHO LINGUÍSTICO COMO FATOR DE INCLUSÃO OU PRECONCEITO SOCIAL

O DESEMPENHO LINGUÍSTICO COMO FATOR DE INCLUSÃO OU PRECONCEITO SOCIAL

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma-padrão da língua portuguesa sobre o tema:  o desempenho linguístico como fator de inclusão ou preconceito social. Apresente proposta de ação social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO 1


https://blog.enem.com.br/preconceito-linguistico/

TEXTO 2

MEC defende uso de livro didático com linguagem popular

Em nota enviada ao iG, ministério chama atenção para a escola como local de combate ao preconceito linguístico. Para o Ministério da Educação (MEC), o papel da escola é não só o de ensinar a forma culta da língua, mas também o de combate ao preconceito contra os alunos que falam “errado”. Em nota enviada ao iG, o órgão ressalta a existência de uma descriminação linguística e defende a adoção do livro didático de língua portuguesa Por uma vida melhor , da coleção Viver, aprender que dedica um capítulo ao uso popular da língua.

“O reconhecimento da variação linguística é condição necessária para que os professores compreendam o seu papel de formar cidadãos capazes de usar a língua com flexibilidade, de acordo com as exigências da vida e da sociedade. Isso só pode ser feito mediante a explicitação da realidade na sala de aula”, diz a nota da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad), que defende o uso do livro pela sua capacidade de trabalhar o preconceito linguístico.

Disponível em: http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/mec-defende-uso-de-livro-didatico-com-linguagem-popular/n1596949085987.html