Os desafios de se combater o aumento de transtornos de ansiedade

Os desafios de se combater o aumento de transtornos de ansiedade

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma-padrão da língua portuguesa sobre o tema: Os desafios de se combater o aumento de transtornos de ansiedade. Apresente uma proposta de ação social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO 1

Brasil é o país mais ansioso do mundo, segundo a OMS; confira dicas para combater a ansiedade

            O Brasil sofre uma epidemia de ansiedade. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o país tem o maior número de pessoas ansiosas do mundo: 18,6 milhões de brasileiros (9,3% da população) convivem com o transtorno.

            A ansiedade em sua definição técnica, de acordo com o Ministério da Saúde, é caracterizada pela possibilidade de ser benéfica ou prejudicial, dependendo das circunstâncias ou intensidade. Na medida correta, a condição estimula o indivíduo a entrar em ação, mas em excesso, faz exatamente o contrário e impede reações.

            Ainda de acordo com a definição do Ministério da Saúde, os transtornos de ansiedade, a patologia, têm sintomas muito mais intensos do que aquela normal no dia a dia. Um indivíduo com a doença experimenta sintomas como  preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar); sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer; preocupações exageradas com saúde, dinheiro, família ou trabalho; medo extremo de algum objeto ou situação em particular; medo exagerado de ser humilhado publicamente; falta de controle sobre os pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade; pavor depois de uma situação muito difícil, entre outros.

Disponível em:https://istoe.com.br/brasil-e-o-pais-mais-ansioso-do-mundo-segundo-a-oms

TEXTO 2

Disponível em : https://blogs.correiobraziliense.com.br/aricunha/depressao-o-mal-do-seculo-xxi/